Marcas Pessoais que Brilham: Cristina Correia / Small Shoes by Cristina Correia

Conheci a Cristina num workshop que dei sobre personal branding numa multinacional recentemente, e foi aí que a Cristina, project manager nessa empresa, me falou do negócio que montou há pouco tempo na área de calçado para tamanhos pequenos (EU 33 ao 36). Criei logo empatia com ela, pois além de ser uma pessoa muito simpática, admiro as pessoas que têm a coragem de tornar a sua paixão num negócio!

Pouco tempo depois desse workshop contatou-me para realizar uma entrevista para o blog dela, mas percebi logo que queria também saber mais sobre a Cristina, como tudo começou e como combina o seu emprego fulltime com o seu projeto!

A Cristina começou a aprender a costurar quando ainda estava na escola secundária na Venezuela, onde cresceu. Ela é uma ‘petite’ que calça tamanho 33, pelo que não conseguia encontrar roupas giras no tamanho dela. Foi fazendo as roupas dela e até fazia peças para as amigas quando estava na faculdade, que adoravam o que ela fazia. Não escolheu um curso na área de moda, pois achou que ter um diploma universitário era mais importante, e por isso estudou comunicação social.

Foi principalmente depois de ter nascido o seu filho que a Cristina começou a ter ainda mais consciência de que no futuro queria poder dizer ao filho que fez aquilo que era importante para ela e foi assim como o filho a inspirou para realmente por ‘as mãos na massa’.

O projeto nasceu há 1,5 ano e o site está ativo desde novembro de 2018. Sente que tem ainda muito para aprender e sendo uma mãe solteira, o desafio da gestão do tempo torna-se ainda mais pertinente!

Um dos muitos modelos que adoramos!
https://smallshoesbycristinacorreia.com/product/nobuck-and-colored-leather-pointy-pump/

O sonho da Cristina é ver os sapatos a andar pelo mundo fora e que as pessoas se identificam com a marca e alma da mesma, para que elas sintam que os sapatos são feitos para elas. Quer tornar o negócio lucrativo e sustentável, mas o foco não é o dinheiro. Considera que o empreendedorismo, para quem não procura só o lucro, tem uma componente emocional muito forte, assim, qualquer resultado bom ou mal é logo sentido de forma mais forte.

A Cristina é project manager na área de operações e tem a sorte de trabalhar numa empresa que se foca nos resultados e não nas horas que as pessoas passam no seu local de trabalho. Esta flexibilidade permite aos colaboradores ter outras atividades que achem importantes para a sua realização pessoal e profissional.

À minha pergunta sobre como ela consegue gerir o tempo com tantas responsabilidades ao mesmo tempo, responde que tem sempre de avaliar o que é crítico para o negócio e delegar aquilo que não é. Este desafio ajuda-a a pensar de forma mais estratégica, tanto no trabalho na como no seu negócio.

Claro que fiquei curiosa por saber onde esta pessoa criativa vai buscar a sua inspiração 😊. Sendo mãe de uma criança de 4 anos, passa mais tempo em parques e na praia, pelo que muita da sua inspiração vem da natureza, mas também das cores e linhas em que repara. Uma flor ou certas cores, principalmente as mais vibrantes, causam-lhe alegria que se reflete no design dos sapatos. Gosta também de observar como as pessoas se vestem e vê também o que está nas lojas. Tem também cuidado com a componente prática relativamente aos seus sapatos, pois com a calçada portuguesa, quer que as mulheres possam andar com confiança e conforto!

E uma dica para sermos mais criativos no trabalho?

A Cristina indica alguns aspetos que são importantes para ela:

– Ter um ambiente livre e onde existe respeito pelas pessoas, principalmente as que são diferentes de nós. As empresas mais abertas à diversidade certamente conseguem potenciar mais a criatividade das pessoas.

– Empresas que dão flexibilidade às pessoas para elas terem espaço para ter outras atividades é também um aspeto muito importante segundo a Cristina.

– Considera também importante ter tempo para ela, tempo para ‘limpar’ os pensamentos. Arrumar pensamentos mais negativos e as preocupações para assim criar espaço para outro tipo de pensamentos. Principalmente os pensamentos que estimulam a imaginação, como aqueles que começam com: ‘Imagina como se fosse…’

Como última nota, explica como ter experiência em áreas diferentes, sejam elas dentro ou fora da empresa, ajudam a aplicar metodologias diferentes, menos típicas e trazem mais valor na forma como fazemos as coisas e ajudam a inovar.

Para quem quer ver a coleção giríssima dos sapatos da Cristina, visite o site www.smallshoesbycristinacorreia.com! Sapatos que certamente dão mais alegria às nossas vidas 😊

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *